Links de Acesso

Desagregação familiar causa preocupação em Malanje

  • Isaías Soares

Antónia Maiato, Directora Provincial da Família e Promoção da Mulher em Malanje

Antónia Maiato, Directora Provincial da Família e Promoção da Mulher em Malanje

O Conselho Provincial da Família de Malanje mostra-se preocupado com o desequilíbrio no seio de muitas famílias .

Em reunião recente, aquele órgão apelou à participação de todas as forças vivas da região, incluindo a direcção provincial da assistência e reinserção social no combate de todos os males que afectam o núcleo da sociedade.

O comunicado insta que se ensine “as crianças, adolescentes e jovens a evitarem o uso excessivo de bebidas alcoólicas, das drogas, de roupas curtas e indecentes, a combater a prática de violência juvenil e o abuso sexual, a gravidez precoce, a fuga a paternidade e absentismo escolar”.

Os membros do referido conselho, administradores municipais e parceiros sociais defenderam que os pais devem promover o diálogo com os filhos como forma de criar um ambiente família sadio que favoreça a transmissão de valores culturais, religiosos, morais e cívicos e equilibrar a capacidade paternal com a competência de permitir determinados actos que contribuem para o amadurecimento psico-afectivo da criança.

No quadro do ensino-aprendizagem, a reunião que decorreu sob o lema “Minha família, minha aspiração” encorajou o reforço da acção participativa da família na vida escolar dos filhos, de formas a que não tenham surpresas desagradáveis no fim do ano lectivo.

“Que a escola articule com a família na criação de mecanismos de fiscalização e acompanhamento da utilização das TICs, computadores, telefones e a internet por aparte dos alunos e filhos, de formas a que essas não interfiram negativamente”, lê-se no comunicado do Conselho Provincial da Família de Malanje.

A directora provincial da família e promoção mulher Antónia Maiato disse que a degradação das famílias preocupa as autoridades angolanas.

“Continua ainda a ser uma preocupação do Executivo sobre a qual pedimos todos os membros do conselho provincial da família, aos pais ao engajamento para inverter este quadro”, concluiu Maiato.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG