Links de Acesso

Dez pessoas morrem com sintomas de cólera em Malanje

  • Isaías Soares

Hospital Geral de Malanje

Hospital Geral de Malanje

A directora provincial de Saúde confirmou 142 pessoas com diarreias e vómitos em crianças e adultos

Registados 142 casos suspeitos

As autoridades sanitárias de Malanje registaram a morte de 10 pessoas por suspeita de cólera nos município-sede e de Cangandala, 28 quilómetros a Sul desta capital,entre Outubro e Novembro deste ano.

A directora provincial de Saúde,a médica Lavina Vera Cruz Mfute, ao confirmar a notificação de 142 pessoas com diarreias e vómitos em crianças e adultos,garantiu - ainda assim - que o quadro epidémico conheceu relativa melhoria no princípio deste mês em Cangandala.Novos casos continuam a ser registados em três bairros da cidade de Malanje.

“Neste momento, a situação epidémica do Município de Cangandala está mais calma desde o dia 3 de Novembro que não temos registado de diarreia e vómitos,relativamente ao município-sede esses casos ainda continuam a surgir,com maior proveniência na vila Matilde,Canambua e Catepa”.

Das amostras recolhidas e encaminhadas ao laboratório de saúde pública em Luanda, três resultados recebidos até ao momento não confirmam o isolamento do embrião da cólera,descartando se o surto de diarreias e vómitos é da cólera ou diarreias agudas.

Para esclarecer o facto, novas amostras estão a ser analisadas no laboratório da capital angolana, Luanda, confirmou a dra Lavina Vera Cruz Mfute, mas, a nível local, os pacientes estão em quarentena para facilitar a triagem.

“Desses pacientes que deram entrada, a maior parte deles ali no Centro de Tratamento de Cólera, tivemos a preocupação de fazer este isolamento para se poder fazer, então, uma melhor triagem porque alguns casos confundem-se com diarreias e vómitos com os casos suspeitos, que indicam uma suspeita de cólera com a diarréia aquosa típica mesmo desta patologia. Mas,no entanto, também temos casos que, logo a priori, podemos descartar como sendo uma simples doenças diarréicas agudas”.

Campanhas de sensibilização dos moradores das comunidades peri-urbanas,particularmente aquelas que consomem águas dos rios,o tratamento da água dos poços dos bairros da Catepa, Canambuá e Vila Matilde com hipocloreto de cálcio, por efectivos da Polícia Nacional Angolana, constam do programa de contenção do surto por parte da Direcção de Saúde de Malanje, que tenciona distribuir em breve comprimidos do tipo "águatape".

As precipitações que aumentam de intensidade nesta região estão a contribuir para a ocorrência de novos casos de diarreias e vómitos, associados a vários aglomerados de lixo em algumas artérias da circunscrição.

XS
SM
MD
LG