Links de Acesso

Malange prepara retomada da produção do algodão

  • Isaías Soares

O Governo da província de Malanje preparou para campanha agrícola 2016/2017 cerca de 250 mil hectares de terrenos férteis no município do Quela, região da Baixa de Cassanje, para o retorno da cultura do algodão em grande escala.

As sementes deverão ser lançadas à terra após a realização, na segunda quinzena deste mês, de uma mesa-redonda naquela localidade.

Domingos Manuel Eduardo, vice-governador de Malange para o sector económico

Domingos Manuel Eduardo, vice-governador de Malange para o sector económico

“Foi criada pelo Governo da província uma reserva fundiária (…) aqui da zona da Baixa de Cassanje, tanto para o cultivo de algodão como de outros produtos (cereais e outros produtos agrícolas), mas com grande foco para o relançamento da cultura do algodão”, disse o vice-governador para o sector económico, Manuel Eduardo.

A mesa-redonda visa atrair investidores, intenções e vontades para a materialização do projecto do Executivo para o relançamento da produção do então conhecido ouro branco de Angola, para o retorno da indústria têxtil.

Eduardo afirmou que “o governo de Angola realizou investimentos avultados no relançamento da indústria têxtil, a matéria-prima fundamentalmente para a indústria têxtil é o algodão e abre-se aí uma grande oportunidade à província de Malanje e outras províncias posicionarem como produtoras de algodão”

O vice-governador lembrou que "Malanje foi no tempo colonial o maior produtor de algodão de Angola”.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG