Links de Acesso

Deputado da UNITA é alvo de processo disciplinar no parlamento

  • Coque Mukuta

Campannha eleitoral tem criado um ambiente de suspeições entre os políticos angolanos (Foto - Comício da UNITA)

Campannha eleitoral tem criado um ambiente de suspeições entre os políticos angolanos (Foto - Comício da UNITA)

Makuta Nkondo diz que não retira o disse a respeito do presidente Dos Santos a quem mais uma vez exigiu para comprovar a origem da sua nacionalidade

O deputado da UNITA Makuta Nkondo, que no mês passado na planéria da Assembleia Nacional desafiou o presidente José Eduardo dos Santos a fazer prova de sua nacionalidade foi hoje ouvido por uma comissão especializada e está sendo alvo de um processo disciplinar.
Durante uma sessão parlamentar a 19 de Julho, Nkondo tinha espicaçado o presidente angolano a apresentar prova documental de sua nacionalidade angolana.
O deputado da UNITA considerou ainda na ocasião que se Dos Santos não o fizesse deveria destituído do cargo e imediatamente detido.
A intervenção de Makuta Nkondo não agradou aos parlamentares do MPLA tendo o presidente da Assembleia Nacional, Paulo Kassoma, instaurado um processo disciplinar contra o mesmo.
Ouvido hoje pela 8.ª Comissão de Mandatos, Ética e Decoro Parlamentares, e que contou apenas com a presença dos três deputados do partido do governo – MPLA – já que o resto da oposição decidiu não comparecer.
A audiência durou toda a manhã, Makuta Nkondo e o deputado da UNITA fez-se apresentar na companhia de dois advogados, que o aconselharam a não fazer declarações com no artigo 150º da constituição em vigor.
O mesmo articulado determina que os parlamentares não devem responder civil, criminal e nem disciplinarmente pelos votos ou opiniões que emitam em reuniões, comissões ou grupos de trabalho da Assembleia Nacional enquanto deputados.
A saída a sessão Makuta Nkondo disse que mantinha o disse e que a bola estava do lado do presidente angolano para provar a origem da sua nacionalidade.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG