Links de Acesso

Mais um dirigente da Renamo assassinado

  • Redacção VOA
  • André Baptista

O chefe da bancada da Renamo na Assembleia provincial de Sofala, Juma Ramos, foi assassinado a tiros em Nhamapadza, Sofala, centro de Moçambique, no domingo, 30, denunciou a Renamo.

Este é mais um caso atribuído aos esquadrões da morte que a polícia continua a investigar, enquanto a Renamo acusa o Governo de estar por detrás desta "politica de silenciamento" de seus dirigentes.

Recorde-se que na quinta-feira, Luciano Augusto, também da Renamo, foi baleado mortalmente na sua residência por volta das 21 horas na quinta feira, 27, na Vila do Gurué.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG