Links de Acesso

Mais de 300 presos evadem-se da cadeia de Yabi, em Cabinda

  • José Manuel

Cabinda

Cabinda

Muitos continuam a monte.

Em Cabinda, mais de 300 reclusos evadiram-se esta manhã da unidade penitenciária de Yabi.

Antes da sua evasão os reclusos criaram um motim e arrombaram os principais acessos daquele estabelecimento prisional.

Informações apuradas junto de fontes bem informadas, mas não confirmadas pelas autoridades indicam que o motim foi a única maneira encontrada pelos reclusos para reclamarem das péssimas condições da alimentação e dos maus-tratos que lhes são infringidos.

Após a evasão, houve um intenso tiroteio dos guardas prisionais e da polícia de intervenção rápida destacados naquela unidade que permitiu ferir e recapturar alguns presos.

A situação é considerada caricata e Arao Bula Tempo apela às autoridades a encontrarem uma solução de modo a evitar situações desta natureza no futuro.

Tentamos contactar, sem sucessos, os responsáveis daquela unidade prisional e o comando provincial da Polícia Nacional.

Contudo responsáveis daquele comando da polícia disseram à VOA que um grupo de especialistas está a trabalhar no local para apurar as causas do motim e fazer o levantamento do número de reclusos em fuga.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG