Links de Acesso

Mais de 1600 alunos estudam ao relento em Malanje

  • Isaías Soares

Tecto de escola em avançado estado de degradação, Malanje

Tecto de escola em avançado estado de degradação, Malanje

Partido Renovador Democrático reafirma que “a educação não é uma brincadeira”.

Mais de 1600 alunos da Escola Primária Nº 87 – Deolinda Rodrigues - na cidade de Malanje estudam ao relento, em resultado do avançado estado de degradação da referida infraestrutura, em vésperas das provas finais.

Na semana passada, o tecto falso de sete salas de aula desabou e a maioria dos alunos está a assistir aulas ao relento. As crianças da 2ª classe estudam à sombra de uma mangueira.

Manuel Pedro Mário, funcionário da direcção da escola, disse que as provas finais dos alunos não iniciaram na data prevista por causa dessa situação.

“Estamos à espera de um deferimento da Direcção Provincial”, e sem isso “não podemos fazer nada”, disse Mário.

Por outro lado, a referida escola não beneficia do fornecimento de energia eléctrica desde o inicio do terceiro trimestre do ano lectivo, por falta de pagamentos por parte da Administração Municipal de Malanje, confirmou uma fonte próxima da Empresa Distribuidora de Electricidade (ENDE).

Para o secretário provincial do Partido Renovador Democrático, Eduardo Hilário Francisco, a situação revela falta de preocupação por parte do executivo local.

Francisco sugere o uso de salas da Escola do I Ciclo Amílcar Cabral, que albergam marginais.

“A educação é um processo sério não é uma coisa de brincadeira”, disse aquele político, que exige que o “governador tome a peito essa situação”.

O governador Norberto Fernandes dos Santos visitou em Abril deste ano aquele estabelecimento de ensino.

XS
SM
MD
LG