Links de Acesso

Macaco ataca no Namibe

  • Armando Chicoca

Pelo menos dez pessoas feridas cinco das quais hospitalizadas. A polícia abateu "Zé Grande", o macaco enfurecido

Pelo menos dez pessoas ficaram feridas, cinco das quais permanecem hospitalizadas, na sequência de um ataque por um macaco que fugiu de uma jaula no parque infantil do Namibe.

O macaco, conhecido como Zé Grande, fugiu quando um homem tentava mudar o cadeado da jaula.

Carlos Roberto Araújo disse que o cadeado se encontrava enferrujado e que decidiu mudá-lo para evitar que o mesmo acabasse por facilitar a fuga do “Zé Grande”.

Este escapou e atacou várias pessoas antes de ter sido morto a tiro pela polícia.

Araújo, de nacionalidade brasileira, disse que os macacos naquela jaula são mal tratados pelas crianças que lhes atiram pedras e garrafas. Ele próprio foi mordido numa perna pelo macaco.

Uma fonte dos serviços veterinários disse à Voz de América que os animais existentes no parque infantil do Namibe nunca foram vacinados contra a raiva, embora não se saiba se o Zé Grande estava ou não afectado pela raiva.

Esta é a segunda vez que macacos do parque infantil local atacam pessoas indefesas nas artérias da cidade.
XS
SM
MD
LG