Links de Acesso

Luanda: Rapto de cidadãos chineses causa apreensão diplomática

  • Manuel José

Polícia angolana diz estar a trabalhar para resolver os casos

A polícia angolana disse estar a investigar uma série de raptos de cidadãos chineses que está a amedrontar a comunidade chinesa em Luanda e a causar alguma apreensão em meios diplomáticos.

Nos últimos dois meses dos 11 raptos registados pela polícia, seis foram de cidadãos chineses. Um diplomata chinês em Angola, Khui Hai Mim, disse à imprensa pública que estes raptos podem dificultar as relações comerciais entre Angola e a China.

Khui Hai Mim manifestou o medo e a insegurança que estes raptos estão a causar à comunidade chinesa no país.

"Os raptos de chineses estao a causar insegurança aos cidadãos chineses em Angola", disse o diplomata que apelou à intervenção das autoridades para resolverem os casos de raptos.

O diplomata disse ainda que a onda de raptos “'está a influenciar não só a confiança dos investidores estrangeiros, incluindo as empresas chinesas como também os interesses fundamentais da sociedade e do povo angolano”.

A Polícia Nacional confirma o rapto de seis cidadãos chineses e garante que vai esclarecer o assunto.

"'A polícia não está de braços cruzados, estamos a trabalhar com os elementos que temos, para chegar às motivações exactas e esclarecer estes crimes de modos que a comunidade chinesa e outras possam se sentir mais seguras", disse Mateus Rodrigues porta-voz da polícia de Luanda .

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG