Links de Acesso

Lixo continua nas ruas de Nampula apesar das promessas


"Wariya wa Wampula", a campanha que ficou pelas promessas.

Tal como os outros candidatos que concorriam às eleições municipais de 2013 na autarquia de Nampula, Mahamudo Amurane prometeu limpar a cidade em cem dias.

Amurane, que se considerava ter um projecto de governação ambicioso, mostrou incapacidade de gestão quando fracassou no programa de remoção de lixo Warya ya Nampula que em português significa “brilho de Nampula”.

Para a realização do projecto, primeiro, o edil, teria contratado no ano passado por um período determinado um grupo de senhoras para auxiliar os funcionários da área de salubridade, que seriam remuneradas no valor de 3000 meticais, o que também não aconteceu e que desanimou o grupo de mulheres que abandonou o trabalho exigindo de imediato o respeito pelos seus direitos.

De la para ca, Wariya wa Wampula tornou-se um projecto mal elaborado por parte do Governo municipal, tal como defendem os munícipes ouvidos pela VOA, uma vez que por não perceberem como terminou o projecto. Eles continuam a conviver no seu dia-a-dia com o lixo.

O município de Nampula não dispõe de sanitários públicos, obrigado os ciadadãos a fazerem as suas necessidaes fisiológicas ao céu aberto.

Assane Raja, director do pelouro de Salubridade e Gestão Funerária do Conselho Municipal de Nampula, fez saber que esta semana o sector reforçou a limpeza nos postos administrativos municipais e pede a colaboração de todos.

Importa referir que, recentemente, o presidente da autarquia de Nampula mudou o vereador da área de salubridade para, como disse, imprimir uma nova dinâmica.

XS
SM
MD
LG