Links de Acesso

Líbia: Rebeldes dão ultimato às forças de Gadhafi


Mulheres tomando parte numa manifestação de rua, em Tripoli, contra Gadhafi

Mulheres tomando parte numa manifestação de rua, em Tripoli, contra Gadhafi

Está em preparação a batalha final para o controlo de todo o país por parte dos revoltosos

Na Líbia,o Conselho Nacional, da oposição, anunciou um ultimato de quatro dias para que as forças leais a Moammar Gadhafi para que se rendam.Essas forças estão agora concentradas em Sirte,a terra natal de Gadhafi.


O líder do grupo oposicionista,Mustafa Abdel Jalil,declarou em Benghazi,a sede dos rebeldes, que o seu grupo iria recorrer tomar medidas de carácter militar se os residentes de Sirte não derem indícios até sábado de uma solução pacifica ao conflito na cidade,adiantando que está em preparação a batalha final para o controlo de todo o país.

As forças rebeldes estão próximas de Sirte, tendo o Coronel da NATO, Roland Lavoie, afirmado aos jornalistas que a Aliança está ciente das negociações em curso entre as forças contra e pró-Gadhafi, na sua cidade natal.

Adiantou o Coronel da NATO que Gadhafi continua a constituir ameaça a nível global, e a toda a população líbia, afirmando que o líder líbio tem a capacidade de comando e controlo das suas forças militares, sem demonstrar ao mesmo tempo qualquer intenção de se render pacificamente, apelando as suas tropas para abandonarem as hostilidades.


Entretanto, o Zimbabwe deu um prazo de 72 horas ao embaixador líbio em Harare para este abandonar o país.O Ministro dos Negócios Estrangeiros do Zimbabwe, Simbarashe Mumbengegwi, anunciou hoje esta decisão depois da embaixada líbia ter declarado o seu apoio ao Conselho Rebelde, que agora controla a maior parte do território da Líbia.

XS
SM
MD
LG