Links de Acesso

Liberty Chiyaca denuncia tentativa de assassinato por parte do serviço secreto

  • Alvaro Ludgero Andrade

Fotos da tentativa de assassinato

Fotos da tentativa de assassinato

A Unita já constituiu uma equipa de advogados para seguir o caso e identificar o autor intelectual do atentado.

O deputado e secretário provincial da Unita no Huambo Liberty Chiyaca, que na passada sexta-feira foi o convidado do programa Angola fala Só da Voz da América, acusa os serviços de inteligência do Estado de terem tentado assassiná-lo ontem, 12, à noite em Luanda.

Chiaca diz que o agente neutralizado pela polícia nacional confessou a sua intenção, bem como de outro agente que o acompanhava.

Em conversa com a VOA, Liberty Chiyaca disse que tudo aconteceu por volta das 21 horas de ontem quando saiu do carro para falar com um amigo perto do Belas Shopping em Luanda.

"Um dos agentes, José Luis Caetano, quebrou os vidros do lado esquerdo onde eu tinha estado sentado, mas depois viu que não havia ninguém", conta Chiyaca, segundo o qual o agente foi imobilizado pelo motorista e o guarda-costas que o acompanhavam, tendo então confessado ser do serviço secreto.

Caetano disse que ele e o colega seguiram o deputado da Unita desde que saiu de Huambo e também em Saurimo onde participou das jornadas parlamentares da Unita.

Agora Liberty Chyaca diz que há que identificar o autor moral do atentado e para o efeito a Unita já constituiu uma equipa de advogados.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG