Links de Acesso

Lesoto: Primeiro-ministro foge para a África do Sul

  • Redacção VOA

Thomas Motsoahae Thabane, primeiro-ministro do Lesoto

Thomas Motsoahae Thabane, primeiro-ministro do Lesoto

O primeiro-ministro do Lesoto afirmou que decidiu fugir para a África do Sul depois de ter recebido informações de que era alvo de uma tentativa de assassinato.

O primeiro-ministro do Lesoto, Thomas Thabane, refugiou-se na África do Sul na sequência de um golpe de estado.

Testemunhas oculares afirmam que se verificaram hoje trocas de tiros na capital, Maseru. As mesmas fontes acrescentaram que grupos de soldados patrulham as ruas depois de terem ocupado edifícios governamentais e de terem cercado a residência oficial de Thabane.

O primeiro-ministro afirmou que a acção dos militares é um autêntico golpe de estado e disse que decidiu fugir para a África do Sul depois de ter recebido informações de que era o alvo de uma tentativa de assassinato.

Em declarações à VOA, Thabane afirmou que a situação deriva de uma “indisciplina total” no seio do exército.

Acrescentou que os incidentes eram obra de uma alta patente das forças armadas depois do governo ter decidido demiti-lo do cargo.

Thabane disse também que dispunha de informações de que aquele oficial tinha o apoio politico de alguns dos seus colegas.

Referiu ainda que estava disposto a regressar ao seu país assim que tivesse garantias de que não seria alvo de assassinato.

Os militares do Lesoto negaram entretanto a existência de um golpe e disseram que as movimentações de soldados se limitaram a controlar um grupo de polícias que estava a tentar armar uma facção politica.

Acrescentaram que os militares já regressaram aos quartéis e que o país tinha regressado à normalidade.

Entretanto o ministro sul-africano dos negócios estrangeiros afirmou que qualquer mudança anticonstitucional do governo do Lesoto não seria tolerada.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG