Links de Acesso

Kwanza-Sul destrói mais de 800 mil boletins de votos da eleição de 2012

  • Fernando Caetano

Queima de votos no Kwanza-Sul

Queima de votos no Kwanza-Sul

Apenas a UNITA não esteve presente no acto presenciado por mais de 300 pessoas.

A localidade do quilómetro 16 (Atuco) na estrada que liga a cidade do Sumbe à vila do Seles foi a escolhida para albergar mais de três centenas de pessoas, entre dirigentes políticos, governantes,órgãos de defesa e segurança, autoridades tradicionais, igrejas e representantes sociedade civil.

Na ocasião a presidente do Conselho Provincial Eleitoral procedeu à leitura do termo de destruição do material eleitoral, tendo solicitado maior atenção aos presentes ao acto de incineração, uma vez que, segundo disse, é de grande responsabilidade.

«Eu, Maria Cristina Kanssanje Ndemby, presidente da comissão provincial eleitoral do Kwanza-Sul, em nome deste órgão promovo o acto de destruição dos 809. 600 boletins de voto, dentre os quais boletins de voto validamente expressos inutilizados resultantes das eleiçõs gerais do dia 31 de Agosto do ano 2912. O presente termo vai ser assinado por mim e pelos representantes das instituições convidadas».

A UNITA não se fez representar no acto, mas a oposição marcou presença com membros da CASA-CE e PRS.

O MPLA também esteve presente.

No acto foram incinerados 890 mil e 600 votos das eleições gerais de 2012.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG