Links de Acesso

A crise económica e financeira de Angola está a afectar grandemente o sistema de educação no Kwanza Sul, disse o secretário provincial do sindicato dos professores (SINPROF) Celestino Lukuta.

Ao fazer o balanço de 2016, Lukuta afirmou que a crise “tem criado um mal-estar no seio dos professores e das direcções de escolas”.

“Nos últimos tempos cresce de forma galopante o número de crianças fora do sistema de ensino”, sublinhou o sindicalista, adiantando que "faltam professores e salas de aulas enquanto que, paradoxalmente por motivos de morte e aposentação, diminui a força de trabalho docente nas escolas”.

Celestino Lukuta disse ainda que o sistema de educação na província é afectado pela “ insegurança e o risco contra os professores e alunos nas escolas do meio urbano e peri-urbano. sobretudo no período nocturno" e apontou a escassez de meios didácticos e recursos para a prática pedagógica como deficiências do sistema.

A sua Opinião

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG