Links de Acesso

Kwanza sul celebra 98 anos como província

  • Coque Mukuta

Sumbe, Kwanza Sul

Sumbe, Kwanza Sul

A província de Kwanza Sul está em festa ao assinalar os 98 anos da sua criação. Para alguns a diversidade da província é um cartão postal, para outros há ainda um longo caminho a percorrer.

Em semana de festa, Domingos Francisco Sobral, da Casa-CE, destaca a diversidade da província, mas lamenta que muitas promessas dos dirigentes tenham ficado por cumprir.

“É província cheia de grandes repartições e isso verifica-se nas próprias línguas da província do Kwanza-Sul, com transição de kimbundos para umbundos então, temos essa miscelânea de línguas interessante”, diz Sobra, que, no entanto, lembra que “há muitas promessas por cumprir”.

Aquele político lembra que uns tentam tirar alguns dividendos pessoais e depois não há resultados satisfatórios.

“Agora não sabemos se o problema é dos que estão a governar localmente ou o problema é nacional”, pergunta.

Da vila do Seles, o jovem Américo António diz que, apesar de muitas dificuldades, principalmente nas vias de acesso, nota-se um certo desenvolvimento com destaque para o sector da agricultura:

“Falando um pouco da agricultura, com esta baixa de economia devemos focalizar as nossas atenções na agricultura o que seria muito bom”, defende António.

Por seu lado, padre Joaquim Virgílio Canário destaca a necessidade de se continuar a investir no homem, nomeadamente na educação.

“Não há desenvolvimento sem um investimento sério na estrutura fundamental de cada sociedade que são as pessoas, os homens. O primeiro passo foi dado no sentido de que nota-se uma certa expansão do sistema escolar para todos os municípios, falta ainda muito por se fazer”, disse.

Refira-se que em semana de festa, foi decretada tolerância de ponto amanhã, 18, para marcar o aniversário do primeiro Presidente de Angola Agostinho Neto.

XS
SM
MD
LG