Links de Acesso

Seca teimosa no Kwanza Sul deixa populações em perigo

  • Fernando Caetano

Ausencia das chuvas está na base a penúria alimentar

A administração municipal da Cela no Kwanza-Sul está engajada na melhoria de condições sociais básicas às populações. Para efeito, um trabalho de instalação de tubagem para transporte de água potável para as comunidades da Pecuária e Campo está no fim.


O administrador do município que tornou público o facto disse que a tarefa é difícil mas não impossível. Isaías Bumba Luciano garantiu à rádio local que até finais de Setembro e principios de Outubro os dois bairros vão beneficiar de água canalizada.

O facto segundo Isaías Luciano tem a ver com o problema de falta de chuvas para o aumento do caudal dos rios que circundam a região da Cela.

««A empresa está a executar a empreitada já procedeu aos primeiros ensaios e neste momento está a proceder a algumas correcções e contamos ainda neste mês de Setembro termos água em vários pontos da cidade. Já concetamos com a empresa para estabelecermos as primeiras sessenta ligações, portanto sessenta famílias terão água dentro deste mês ou princípios do próximo mês de Outubro água em casa. O bairro da Pecuária onde agora registamos gravíssimos problemas de água porque as cacimbas secaram, contamos dentro da próxima semana fornecermos água a essa comunidade e também no bairro Campo»».

Administrador do município da Cela Isaías Bumba Luciano preocupado com a escasséz de água que se regista naquela municipalidade numa altura que anuncia a entrada em acção de um sistema de abstecimento do precioso líquido até finais do mês nos bairros da Pecuária e Campo respectivamente.

Quem também mostra-se apreensivo com a falta de água na zona sob sua jurisdição é o administrdor da comuna do Kapolo no município de Porto-Amboim.

Pedro Ganga sustentou que a ausencia das chuvas está na base a penúria alimentar no seios das populações e como se não bastasse Ganga disse que as principais vítimas tem sido o gado bovino que cada dia quue passa vai morrendo com sede.

Além da opção do gado em dizimar as culturas dos camponeses isto é invadindo as lavras por ausência de pasto, morrem naquela região diariamente de cinco a dez cabeças de gado diverso para a insatisfação dos criadores.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG