Links de Acesso

Kinguilas dinamizam mercado informal de divisas em Angola

  • Coque Mukuta

BNA pediu à polícia para combater os vendedores de dólar.

O Banco Nacional de Angola (BNA) pediu recentemente à Polícia Nacional para combater a venda ilegal de dólares nas ruas do país.

A acção já começou, tendo a polícia anunciado a prisão de quatro vendedores, as chamadas kinguilas.

Os bancos comerciais praticamente não vendem dólares, o que tem obrigado angolanos que necessitam enviar dinheiro para o exterior, por motivos de saúde ou para pagar estudos dos filhos, e estrangeiros que desejam regressar aos seus países de origem a recorrer ao mercado informal.

Actualmente, o dólar custa 60 mil kwanzas no mercado informal e 18 mil no formal.

Apesar de nos bancos a nota americana ser mais barata, as compras são praticamente impossíveis por falta de divisas.

É assim que emergem as kinguilas no mercado informal.

Nos últimos dias, a VOA deparou-se com viaturas da Polícia Económica a actuar na zona de Luanda Sul em Viana para combater a venda ilegal de dólares.

Uma das kinguilas, que preferiu o anonimato, diz que nos dias de hoje o negócio "é mais clandestino".

Para o economista Samora Kitumba é necessário o combate aos kinguilas para “a estabilização da moeda nacional”.

Já o economista Alves da Rocha entende que o país só terá o kwanza mais forte quando tiver a economia diversificada.

No entanto, lembra que Angola vive momentos muito complicados.

De recordar que a crise cambial que o país atravessa, decorrente da quebra na cotação do petróleo no mercado internacional, tornou praticamente impossível a compra de dólares aos balcões dos bancos comerciais.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG