Links de Acesso

Kangamba volta a negar envolvimento em tráfico de mulheres

  • Coque Mukuta

Bento dos Santos Kangamba

Bento dos Santos Kangamba

Acusações visam manchar o seu nome, diz o general. Mãos Livres pede responsabilização dos acusados por "mancharem" nome de Angola e seus dirigentes

Bento Kangamba voltou a negar estar envolvido em qualquer esquema de tráfico de mulheres para prostituição como alegado no Brasil.




Numa curta conversa mantida domingo com a Voz da América, Bento Kangamba, que recusou gravar entrevista, disse não ter nada a ver com as informações postas a circular e reiterou que as mesmas visam apenas manchar o seu bom nome.

Entretanto a organização não governamental Mãos Livres considerou uma vergonha para o país o escândalo em que está alegadamente envolvido o dirigente Bento kangamba.
“Esta atitude vem manchar os angolanos e os seus dirigentes”, disse o presidente das Mãos Livres, Salvador Freire.

Salvador Freire, considera que este facto afecta o partido do Governo como os seus dirigentes.

"Este comportamento estas praticas vêm manchar não o próprio partido mais também os angolanos,” disse.

Evidentemente está a se falar duma figura do MPLA uma figura Angola do qual todos nós sentimos como se estivéssemos envolvidos nestas práticas" frisou.

Salvador Freire defende a responsabilização urgente dos prevaricadores neste caso.
"Estais pessoas devem ser responsabilizadas," acrescentou.

Refira-se que o porta-voz da Polícia Nacional Aristófanes dos Santos afirmou não ter recebido ainda qualquer notificação por parte da INTERPOL.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG