Links de Acesso

Julius Malema cria o seu partido político

  • Redacção VOA

Julius Malema, o truculento político sul-africano e líder do novo partido dos Combatentes pela Liberdade Económica - EFF.

Julius Malema, o truculento político sul-africano e líder do novo partido dos Combatentes pela Liberdade Económica - EFF.

Antigo líder da juventude do ANC e delfim do presidente Jacob Zuma, promete fazer a diferença se ganhar as eleições, desapropriando 30% das terras dos brancos a favor da maioria negra.

O famoso político sul-africano, Julius Malema criou o seu próprio partido político.
Expulso no ano passado da liderança da juventude do Congresso Nacional Africano, partido no poder, Malema está a prometeu derrotar o resoluto líder do ANC o presidente Jacob Zuma nas eleições do próximo ano.

Malema que foi em tempos um delfim de Zuma tinha tido no passado que se morreria por Zuma, mas agora com a criação do partido dos Combatentes pela Liberdade Económica, talvez tenha revisto a sua consciência.

Perante dos diversos apoios públicos e declarados ao mais novo partido político sul-africano, os membros dos Combatentes pela Liberdade Económica, ou seja EFF, já estão a celebrar que esperam poder vir a ser uma grande vitória nas próximas eleições.

Muitos afirmam pretender a mudança política e o fim do controlo dos 19 anos do poder pelo Congresso Nacional Africano.

Julius Malema conhecido localmente como Juju, é o impetuoso líder no novo partido. As suas prioridades são a criação de mais emprego e realização do que considera ser as promessas não cumpridas do ANC que é o retorno de 30 por cento de terras controladas pela minoria branca para a população negra sul-africana.

“Nós precisamos das nossas terras. Querem que ajoelhemos diante deles e pedir pelas terras dos nossos ancestrais? Não iremos fazer isso.”
O analista político Aubrey Matshiqi diz que a retórica de distribuição de terras do EFF poderá desmotivar os eleitores.

“Eles – o partido EFF – correm o risco de ultrapassarem os limites. É uma das coisas que entendem que se deve falar acerca do subdesenvolvimento, como afecta a população negra, mas é uma para levantar questões sobre os privilégios dos brancos numa maneira racista.”

Malema diz que está a criar uma forte base de apoio entre os jovens e eleitores de classe média. Ele chega mesmo a prever vitória contra o presidente Jacob Zuma e critica abertamente o ANC, o seu antigo partido.

“Obrigado ANC, por me ter entregue. O ANC vos entregou a dívida. Hoje, enquanto falamos, vocês já dever imenso.”

A criação do partido político de Julius Malema tem lugar um ano após a sua expulsão do cargo de líder da juventude do ANC em Abril de 2012 por alegadamente ter criado divisões dentro do partido. Ele enfrenta também problemas judiciais que podem conduzi-lo a prisão.

Steven Friedman é professor de ciências políticas na Universidade de Joanesburgo.

“Ele, Malema, tem andado pelo país a dizer as pessoas que vai ser o próximo presidente. E o vazio entre o que está orgulhar e o que irá obter, vai ser tão grande, que penso que irá afectar a sua credibilidade.”

Analistas políticos afirmam serem reduzidas as chances de Malema poder ganhar votos suficientes para ser presidente, mas acreditam que o seu partido poderá obter assentos suficientes no parlamento que farão do EFF um partido de governo ao nível provincial.
XS
SM
MD
LG