Links de Acesso

Julgamento de moçambicanos na África do Sul muda de tribunal

  • Simião Pongoane

Tribunal de Barberton, África do Sul

Tribunal de Barberton, África do Sul

Os dois casos criminais de tráfico de moeda estrangeira e de droga pesada por moçambicanos passam do tribunal distrital de Barberton para o tribunal regional da cidade de Nelspruit.

O primeiro caso do tráfico de milhões de dólares, euros e milhares de randes foi transferido nesta sexta-feira, 27,e o julgamento está marcado para 26 de Julho.

Os acusados permanecem em liberdade condicional sob caução.

O advogado de defesa Andre Steencamp concorda e confirma que a investigação ja terminou.

O outro moçambicano detido a 5 de Março com 50 quilos de droga pesada foi posto em liberdade condicional sob fiança de cinco mil randes, mas não pode sair da África do Sul e deverá apesentar-se três dias por semana à Policia.

O início do julgamento está marcado para 21 de Junho em Barberton sendo depois transferido para Neslpruit.

O seu advogado, Peter Naude concorda e diz que isto é um sinal de que o sistema judicial sul-africano ainda funciona.

A transferência dos casos para Nelspruit deve-se ao facto de os crimes cometidos envolverem muito dinheiro e não poderem ser julgados num tribunal distrital de pequena instância.

A Interpol e as autoridades moçambicanas colaboram com procuradores sul-africanos na investigação destes casos

XS
SM
MD
LG