Links de Acesso

Julgamento de assassino de Hilbert Ganga recomeça quinta-feira

  • Redacção VOA

Manuel Hilbert Ganga

Manuel Hilbert Ganga

Advogado da família duvida que as autoridades apresentarão, desta vez, o polícia acusado de assassinar o activista da Casa-CE.

O julgamento do assassino do militante da Casa-CE Manuel Hilbert Ganga é retomado nesta quinta-feira em Luanda.

O advogado da família Francisco Miguel “Michel” duvida que o autor material do crime seja apresentado publicamente.

Francisco Michel disse preferir esperar para ver depois de, na última sessão de julgamento, se ter alegado que o acusado estaria doente.

Marcado inicialmente para 9 de Julho passado, o julgamento tinha sido adiado, sem data marcada, pelo juiz da causa do Tribunal Provincial de Luanda.

O acusado tinha sido identificado como sendo um soldado da Guarda Presidencial, mas nunca foi apresentado em juízo apesar dos pedidos das autoridades policiais e judiciais feitos em quatro ocasiões.

Manuel Hilbert Ganga foi assassinado a 23 de Novembro de 2013, quando tentava colar panfletos que denunciavam o desaparecimento dos activistas Isaías Cassule e Alves Kamulingue.

O activista terá sido abatido a tiro à porta do complexo presidencial por tentar sair do veículo no momento em que se apercebeu que estava a ser levado para o interior do edifício pelos agentes policiais.

XS
SM
MD
LG