Links de Acesso

Juiz assassinado à queima roupa em Maputo

  • VOA Português

Moçambique juiz Silica assassinado

Moçambique juiz Silica assassinado

O juiz Dinis Nhavotso Silica tinha estado a trabalhar nos últimos dias no dossier dos raptos.

O juiz da secção criminal do Tribunal Judicial da cidade de Maputo Dinis Nhavotso Silica foi assassinado a balas na manhã desta quinta-feira , 8, no cruzamento entre as avenidas Malhangalane e Marien Ngouabi, na capital moçambicana.

Segundo o portal verdade.co.mz, a vítima estava sozinha e fazia-se transportar numa viatura com a chapa de inscrição MMV-22-56, quando foi surpreendido num semáforo com sinal vermelho por um grupo de indivíduos que dispararam à queima-roupa contra ele nas imediações da Escola Primária 7 de Setembro.

Testemunhas disseram que os assassinos dispararam impiedosamente cerca de 22 tiros contra Dinis Sílica e a sua viatura, colocando-se depois em fuga. Algumas balas disparadas causaram danos nos portões de certas residências nas proximidades no local do crime, sem no entanto ferir outras pessoas.


Recorde-se que, Dinis Nhavotso Silica tinha estado a trabalhar, nos últimos dias, no dossier dos raptos.

Em Abril, o juiz Sílica emitiu um mandado de captura de Manish Cantilal, acusado de estar envolvido nos sequestros.

Na altura em que o magistrado encontrou a morte ele se dirigia a uma instância de justiça, onde, entre vários processos, ia receber o que determinava se Cantilal continuava detido ou de seria restituído à liberdade.
XS
SM
MD
LG