Links de Acesso

Uma nova onda de troca de tiros de artilharia pesada ocorreu, hoje, 11, na capital do Sudão do Sul, Juba, um dia após o Conselho de Segurança das Nações Unidas ter apelado aos rivais para deixaram as armas de lado.

O conflito é a continuidade da violência entre as forças leais ao Presidente Salva Kiir e as do seu vice-presidente, Riek Machar, líder da oposição.

A Reuters reporta que testemunhas afirmam que na nova onda participam helicópteros e tanques de guerra. Há indicações de tiros na direcção da base politica e militar de Machar e nas instalações das Nações Unidas.

Não foi ainda apurado quem teria iniciado o conflito, mas analistas dizem que o mesmo é sinal de que Kiir e Machar podem não ter controlo total sobre as suas forças.

Mais de 200 pessoas terão perdido a vida desde o início da violência, na quinta-feira, 7. Milhares de pessoas fogem do conflito.

XS
SM
MD
LG