Links de Acesso

Jovem investigador cabo-verdiano ganha prémio mundial em engenharia electrotécnica

  • Redacção VOA

Alirio Boaventura, jovem investigador cabo-verdiano

Alirio Boaventura, jovem investigador cabo-verdiano

O jovem investigador cabo-verdiano Alírio Boaventura venceu o prémio "Graduate Fellowship" atribuído pela secção das micro-ondas do Institute of Electrical and Electronics Engineers (IEEE), a maior e mais emblemática organização em engenharia electrotécnica do mundo.

Alírio Boaventura, do Instituto de Telecomunicações da Universidade de Aveiro, torna-se, assim, no primeiro investigador em Portugal e dos poucos no mundo a ser distinguido com o “Graduate Fellowship” pelo IEEE.

Além do prémio do IEEE referente a 2013, atribuído a apenas 10 investigadores em todo o mundo, Alírio Boaventura, de 29 anos, foi nomeado para o "best student paper" no International Microwave Symposium (2011)

Antes disso, foi distinguido na conferência internacional RFID-Technology and Applications como “jovem investigador com potencial para investigação em Identificação por Radiofrequência” e venceu o Prémio ANACOM-URSI pelo trabalho apresentado na área da rádio-electricidade, abordando formas eficientes de transmitir energia sem fios.

Boaventura é natural da ilha cabo-verdiana de Santo Antão e depois de concluir os seus estudos liceais no seu país, seguiu para a Universidade de Aveiro, onde está a concluir a tese de doutoramento.
XS
SM
MD
LG