Links de Acesso

Jovem guineense comenta a educação precária no país

  • Danielle Stescki

Amadu Buaro

Amadu Buaro

Ouve a VOA desde 2013.

Amadu Buaro, de 25 anos, está no 12º ano do ensino médio e sonha em cursar Ciências Políticas.

Ele explica que, na Guiné Bissau, o profissional que estuda fora do país é mais valorizado. Essa valorização dá-se na hora de conseguir um emprego na área desejada. Segundo Buaro, uma pessoa que faz a formação no estrangeiro consegue emprego primeiro do que um profissional que estudou na Guiné-Bissau.

Como ele não conseguiu uma bolsa para estudar fora do país, decidiu mudar de curso e escolheu Contabilidade.

Confira a entrevista.

XS
SM
MD
LG