Links de Acesso

José Pacheco acusa Afonso Dhlakama de violar acordo e incitar à violência


Afonso Dhlakama

Afonso Dhlakama

Afonso Dhlakama está a "incitar à violência, a desinformar sobre a realidade política, económica e social do nosso país”

O chefe da delegação do Governo moçambicano José Pacheco acusou o líder da Renamo Afonso Dhlakama de violar o acordo de cessação das hostilidades, através dos comícios que tem vindo a realizar pelo país.

“O acordo está a ser violado pelo presidente da Renamo nas suas deslocações às várias províncias, num acto premeditado, reiterado, de incitação à violência”, disse Pacheco.

O também ministro da Agricultura explicou que, numa fase em que os órgãos competentes ainda estão a analisar os dossiers do processo eleitoral, “eis que o vemos quase a subir na posição desses mesmos órgãos e, pior do que isso, a incitar à violência, a desinformar sobre a realidade política, económica e social do nosso país”.

José Pacheco falava no fim da 89ª ronda do diálogo político havida ontem em Maputo, caracterizada por mais um impasse, devido a divergências sobre a integração dos homens residuais da Renamo.

“Repudiamos esse comportamento e, mais uma vez, apelamos ao presidente da Renamo a observar a nossa Constituição da República e a que assuma e respeite os compromissos que ele próprio assinou”, concluiu o ministro.

XS
SM
MD
LG