Links de Acesso

José Eduardo dos Santos garante que incidentes em Benguela serão esclarecidos

  • Redacção VOA

José Eduardo dos Santos

José Eduardo dos Santos

Ministério do Interior e UNITA trocaram acusações.

O Presidente angolano revelou que o inquérito aos incidentes com os deputados da UNITA no Cubal, em Benguela, que provocaram três feridos vai ser aprofundado pelo Ministério do Interior.

Ao falar na abertura da reunião extraordinária do Comité Central do MPLA nesta sexta-feira, 1, destinada a preparar o congresso de Agosto, José Eduardo dos Santos disse lamentar os incidentes verificados no Cubal, mas garantiu que as entidades competentes da polícia e do Ministério do Interior estão a tomar providências.

“Informaram-me que estão a aprofundar o inquérito para determinar correctamente o que se passou", revelou José Eduardo dos Santos, adiantando que “tudo deve ser feito para evitar que situações como estas voltem a acontecer”.

“Ninguém deve fazer justiça por mão própria. Os cidadãos e pessoas colectivas, partidos políticos ou associações devem recorrer às autoridades quando alguém tentar violar ou violar de facto os seus direitos", defendeu Santos, que pediu que o acto eleitoral de 2017 decorra em paz e tranquilidade.

Acusações

Na terça-feira, 27, o Ministério do Interior de Angola responsabilizou a UNITA pelos actos ocorridos em Kapupa, Benguela, onde três pessoas perderam a vida, quando deputados daquele partido da oposição cumpriam uma jornada de trabalho.

Em resposta no dia seguinte,28, o líder do grupo parlamentar da UNITA afirmou que o Ministerio do Interior mentiu descaradamente.

"O Ministério do Interior mentiu quando disse que não recebeu nenhuma informação da UNITA e quem o responsabiliza por isso, ninguém", disse Adalberto da Costa Júnior, lembrando que o presidente da UNITA, Isaías Samakuva, aguarda por uma resposta do Presidente da República.

A UNITA espera agora pela instalação da comissão parlamentar de inquérito que solicitou.

XS
SM
MD
LG