Links de Acesso

Jornalistas reiteram presença de corpos no centro de Moçambique

  • Redacção VOA

Corpos encontrados por camponeses perto da Gorongosa, em Sofala, Moçambique

Corpos encontrados por camponeses perto da Gorongosa, em Sofala, Moçambique

Comissão Parlamentar de Inquérito realizou uma sessão aberta na Beira.

A Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga a denúncia de valas comuns em Moçambique encontrou-se nesta segunda-feira, 30, com jornalistas numa sessão pública sobre o caso.

No encontro, o presidente da comissão, Edson Macuacua e os jornalistas definiram primeiro o que significa vala comum e acordaram que o conceito é o das Nações Unidas.

Alguns jornalistas disseram ter encontrado corpos, bem como falado com agricultores que relataram a presença de corpos na suas “machambas”, mas os profissionais da imprensa reiteraram que não puderam chegar aos locais por imposição das autoridades que bloquearam o acesso aos mesmos.

A comissão que investiga denúncias de valas comuns em Moçambique é integrada apenas por deputados da Frelimo, no poder, e do MDM, na oposição.

A Renamo não concordou com a composição da mesma e decidiu não a integrar.

XS
SM
MD
LG