Links de Acesso

Baleado em Luanda Jornalista Norberto Sateco

  • Alexandre Neto

TV Zimbo

TV Zimbo

A este incidente juntam-se três outros envolvendo jornalistas

Vários jornalistas angolanos têm sido ultimamente vítimas de ataques com armas de fogo e de outros tipos de assalto. O mais recente ocorreu no capital angolano e visou o jornalista Norberto Sateco, da TV ZIMBO, alvejado por disparos de arma de fogo do tipo AKM na noite desta segunda-feira

O incidente teve lugar na avenida 21 de Janeiro, no bairro Morro Bento quando o profissional se aprestava para regressar a casa.

Contam testemunhas que tudo aconteceu quando uma viatura se imobilizou próximo do local por onde caminhava a vítima. Um dos homens empunhando uma Kalashnikov desceu e pós-se a disparar sem quaisquer contemplações

A este incidente juntam-se três outros envolvendo jornalistas, um dos quais ocorrido no princípio deste mês que vitimou mortalmente Alberto Chakussanga, notabilizado animador de programa em língua nacional umbundo da rádio Despertar.

Há duas semanas a residência de Irineu Munjoco do semanário o País foi assaltada por homens armados que levaram consigo haveres diversos.
Antes disso equipamentos de trabalho como computador e outros bens tinham sido retirados da viatura de Eugénio Mateus da mesma publicação. O carro encontrava-se parqueado no quintal onde reside.

Descreveu à Voz da América que quando naquela noite chegou a casa, nada tinha constatado que indiciasse qualquer movimento em torno da sua residência. Foi pois com preocupação que no dia seguinte se deparou com vidros partidos e o carro passado a pente fino. Os assaltantes levaram tudo que se encontrava no interior.
O caso foi participado a polícia mas até agora não houve qualquer resposta.

No mais recente acontecimento que reportamos, é com estranheza que este incidente não tenha qualquer referência noticiosa nos meios locais de comunicação e inclusive no próprio canal de onde trabalha Norberto Sateco.
Ouvido há instantes Reginaldo Silva é de opinião que apesar das vítimas serem jornalistas, ainda assim não é de concluir já que sejam crimes selectivos.
Segundo o analista, com o encerramento do mercado paralelo Roque Santeiro era esperado o aumento da criminalidade.

Apesar de serem jornalistas as vítimas dos últimos assaltos, é cedo concluir que os crimes tenham carácter selectivo.
A conversa ao telefone com Norberto Sateco do seu leito no hospital, onde se encontra internado, pode ser ouvida nesta reportagem)

XS
SM
MD
LG