Links de Acesso

Jornalista norte-americano expulso da Rússia


Journalista David Satter, consultor também da RFE/RL em Washington, em estúdio em 2011.

Journalista David Satter, consultor também da RFE/RL em Washington, em estúdio em 2011.

O Governo russo expulsou o jornalista norte-americano David Satter, fundador da Radio Free Europe/Radio Liberty, considerando-o persona non grata para o país. O presidente da estação, Kevin Klose, disse em comunicado que o facto da Rússia ter banido Satter é "uma violação do direito fundamental à liberdade de expressão" e que a embaixada dos EUA em Moscovo se prepara para apresentar um protesto diplomático junto ao ministro russo dos Negócios Estrangeiros, Sergei Rybakov.

De acordo com a Associated Press, a 29 de Novembro, um tribunal da capital moscovita aprovou um pedido para que David Satter fosse banido do país por irregularidades no visto. No entanto, nem o tribunal nem os Serviços Federais de Migração russos especificaram que tipo de irregularidades.

Na sua página pessoal, David Satter explica que em Dezembro viajou até Kiev, na Ucrânia, para assistir ao seu filme "Age of Delirium", um documentário sobre a queda da União Soviética. Aí foi abordado por um oficial da embaixada russa, que em comunicado o informou de que "a sua presença em território da Federação Russa não é desejada".

Com a expulsão de David Satter da Rússia, é a primeira vez que tal acontece a um jornalista norte-americano desde o final da Guerra Fria.
XS
SM
MD
LG