Links de Acesso

Jornalista condenado com pena suspensa

  • Redacção VOA

Angola: Gestores públicos da Huíla a contas com a justiça

Angola: Gestores públicos da Huíla a contas com a justiça

Director-Adjunto da Rádio Despertar foi condenado por crime de desacato, calúnia e difamação à autoridade pública e exercício ilegal da profissão.

O jornalista Queirós Anastácio Chiluvia foi hoje condenado a 180 dias de prisão com pena suspensa pelo tribunal municipal da Polícia sob acusação de crime de desacato, calúnia e difamação à autoridade pública e exercício ilegal da profissão.


A defesa, na pessoa do advogado Pedro Kangombe disse à Voz da América que vai recorrer da sentença e tem dois dias úteis para fazê-lo.

A advogado angolano disse que a atitude da Polícia visou intimidar e impedir o jornalista de reportar um facto real.

Durante toda a manhã e no momento em que foi lida a sentença, a Polícia interrompeu o trânsito de viaturas na vila de Cacuaco, enquanto que efectivos da polícia especial cercavam as instalações do Tribunal municipal e arredores.
XS
SM
MD
LG