Links de Acesso

Jornalista angolana protesta com greve de fome

  • Alvaro Ludgero Andrade

Angola, Ana Margoso, jornalista e activista direitos humanos

Angola, Ana Margoso, jornalista e activista direitos humanos

Ana Margoso reclama respostas da SONIP um ano depois de ter dado entrada na compra de um apartamento.

A jornalista angolana Ana Margoso iniciou na manhã desta terça-feira uma greve de fome em protesto pela falta de informação por parte da SONIP em relação ao apartamento que devia receber no passado mês de Junho. Segundo a jornalista, no dia 29 de Setembro, completa um ano da data em que fez um depósito para um apartamento na centralidade do Kilamba, mas até agora nem recebeu as chaves do imóvel, nem qualquer explicação por parte da empresa SONIP.

De manhã a VOA falou com Ana Margoso que continua à espera de ser recebida pela empresa e disse que iria até ao fim com o protesto

Depois da conversa e de cinco horas de espera a jornalista Ana Margoso recebeu a informação de que o nome dela está na lista, mas que se quiser pode receber o seu dinheiro de volta.

Ainda segundo o funcionário da SONIP que falou com Margoso, dentro de uma semana a Imogestin vai receber todos os processos dará andamento ao processo.

A jornalista Ana Margoso suspendeu a greve de fome, mas diz esperar para ver.

Recorde-se que Ana Margoso foi premiada com o Woman Watch 2014 pela Misa-Regional, o Instituto de Comunicação Social da África Austral.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG