Links de Acesso

Jorge Carlos Fonseca recandidata-se à Presidência de Cabo Verde

  • Redacção VOA

Jorge Carlos Fonseca, Presidente de Cabo Verde

Jorge Carlos Fonseca, Presidente de Cabo Verde

O Presidente de Cabo Verde anunciou a sua recandidatura ao cargo nas eleições de 2 de Outubro nesta quarta-feira, 27, na cidade da Praia.

"Decidi concorrer a um segundo mandato e, cumprindo a lei, a partir deste momento suspendo o exercício das funções de Presidente da República, e serei apenas um candidato às eleições", disse Jorge Carlos Fonseca a jornalistas à margem do lançamento do quinto volume do livro "Magistratura de Influência", que reúne os seus discursos e intervenções neste primeiro mandato.

Fonseca revelou que a decisão foi difícil e que teve de ponderar vários factores, de "ordem pessoal, familiar e financeira".

As sondagens indicam que a reeleição de Fonseca é um facto garantido frente ao deserto de candidatos existente, depois de o antigo primeiro-ministro José Maria Neves, também antigo presidente do PAICV, actualmente na oposição, ter dito que não será candidato.

Questionado sobre a possibilidade de concorrer sozinho, Jorge Carlos Fonseca disse não acreditar nessa possibilidade e que a democracia implica concorrência.

"Nestes cinco anos em que eram visíveis sinais de apetites para o cargo, se não houver concorrência, o que não acredito, é porque se tenha pensado que a avaliação que os cabo-verdianos fazem do meu desempenho parece desencorajadora para algumas candidaturas", acrescentou Fonseca que lembrou que, como no futebol "termos que respeitar todos os adversários, cada jogo é um jogo".

A partir de agora, de forma interina, a Chefia do Estado é assumida pelo presidente da Assembleia Nacional, Jorge Santos.

Em 2011, Jorge Carlos Fonseca, apoiado pelo MpD, na altura na oposição, venceu a eleição presidencial na segunda volta contra Manuel Inocêncio Sousa, apoiado pelo PAICV, então no poder, com 53,13 por cento.

A eleição acontece a 2 de Outubro e Fonseca voltará a ter o apoio do MpD, agora no poder, depois de ter ganho as eleições legislativas a 20 de Março.

XS
SM
MD
LG