Links de Acesso

Joaquim Chissano lidera observadores da União Europeia às eleições na Guiné-Bissau


O ex-Presidente moçambicano Joaquim Chissano vai liderar a missão de observadores eleitorais da União Africana (UA) na Guiné-Bissau. Chissano deve chegar no dia 6 de Abril para liderar o grupo de cerca de 65 observadores que aquela organização internacional destacou para as eleições gerais do dia 13.

Em Fevereiro, o ex-Presidente de Moçambique mostrou-se indisponível para a tarefa devido a outras missões de mediação e por considerar que o processo estava "bem entregue" ao ex-chefe de Estado timorense, José Ramos-Horta, representante das Nações Unidas em Bissau.
XS
SM
MD
LG