Links de Acesso

JES aponta para vitória do MPLA em 2017 mas não diz se será candidato

  • Redacção VOA

José Eduardo dos Santos, Presidente de Angola e do MPLA

José Eduardo dos Santos, Presidente de Angola e do MPLA

O Presidente angolano José Eduardo dos Santos não confirmou se vai ou não ser cabeça-de-lista do MPLA nas eleições de 2017, apesar de fontes do partido terem garantido que admitiu aos órgãos internos que não irá concorrer à Presidência da República.

Ao discursar na reunião do comité Central que decorre nesta sexta-feira, 2, em Luanda, Santos lembrou que a aposta é ganhar as eleições.

"O nosso objectivo é ganhar as eleições com maioria qualificada ou no mínimo maioria absoluta e o segredo estará na disciplina, na união e coesão de todos em torno dos nossos candidatos, quer no processo da campanha eleitoral quer no momento da votação", disse, lembrando que a reunião de hoje vai definir “a estratégia eleitoral do partido, onde estarão expressas as orientações que todas as estruturas deverão cumprir".

Na sua intervenção, em que tocou em vários assuntos da vida nacional, José Eduardo dos Santos, considerou que a reestruturação da Sonangol "está no bom caminho".

"A implementação do programa de adequação do Banco Nacional de Angola e do sistema bancário nacional à legislação nacional e internacional e boas práticas universais está no bom caminho, assim como a reorganização e melhoria da gestão da Sonangol", reiterou Santos.

Ao abordar a crise, Santos lembrou que a execução da estratégia governamental "para saída da crise", que assenta no aumento da produção nacional, diversificar as exportações, e cortar nas importações, "ganhou um novo fôlego".

O Presidente garantiu haver uma “retoma da actividade das empresas que estavam a paralisar” e realçou ainda o “restabelecimento dos contratos de investimento público, em vários domínios, e o aumento do emprego".

Antes da sua intervenção, José Eduardo dos Santos pediu um minuto de silêncio em homenagem ao líder cubano, Fidel Castro que ele considerou ter sido "o maior amigo de Angola" e uma "figura histórica" do movimento revolucionário.

MPLA garante boa saúde de Santos

Por outro lado, o MPLA emitiu um comunicado nesta sexta-feira em que reitera o bom estado de saúde do seu presidente e responsabiliza "círculos afectos a sectores da oposição ao MPLA e ao Governo" de especularem sobre o assunto nas redes sociais.

"Nunca é demais repetir que, mediante o cumprimento da sua agenda, o camarada Presidente José Eduardo dos Santos tem dirigido, pessoal e directamente, os trabalhos dos órgãos e organismos de cúpula do MPLA e do Estado, nomeadamente as reuniões do Bureau Político (que hoje teve lugar) e do Comité Central do partido, do conselho de ministros e das suas comissões", diz a nota enviada às redacções.

Esta reacção surge depois de várias informações postas a circular nas redes sociais apontarem para uma deterioração da saúde de José Eduardo dos Santos, facto que o teria levado a anunciar que não será candidato em 2017.

A sua Opinião

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG