Links de Acesso

Israel: Suspensos vistos de entrada de palestinos após ataque em Telavive


Restaurante atacado na quarta-feira, 8 de Junho, em Telavive.

Restaurante atacado na quarta-feira, 8 de Junho, em Telavive.

O Exército israelita revogou, hoje, 9, vistos para mais de 80 mil palestinos visitarem o país durante o mês sagrado muçulmano do Ramadão, que acontece, após uma ataque de palestinos deixar quatro mortos em Telavive.

A Reuters reporta que não houve reivindicação imediata pelo ataque de dois homens armados palestinos na quarta-feira, 8, num complexo de restaurantes próximo ao Ministério da Defesa da Israel, mas o Hamas e outros grupos militantes palestinos foram rápidos em elogiá-lo.

Os agressores eram de Hebron, na Cisjordânia, ocupada por Israel. Eles vestiam ternos e gravatas e fingiam ser clientes do restaurante antes de tirar armas automáticas e abrir fogo, deixando todos os presentes em pânico.

Após consultas de segurança supervisionadas pelo primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, o Exército informou que irá revogar cerca de 83 mil vistos de entrada emitidos para palestinos da Cisjordânia para visitar familiares no Israel durante o Ramadão.

Tais medidas, incluindo restrições ao acesso do complexo da mesquita de Aqsa, local sagrado no coração da Cidade Antiga que judeus se referem como Monte do Templo, levaram no passado a uma crescente tensão com palestinos.

XS
SM
MD
LG