Links de Acesso

Militantes do Hamas lançaram um míssil contra Jerusalém

  • Redacção VOA

Ataque israelita contra Gaza

Ataque israelita contra Gaza

Nas últimas 48 horas os bombardeamentos fizeram pelo menos 19 mortos entre os palestinianos da Faixa de Gaza

Militantes do Hamas na Faixa de Gaza lançaram um míssil contra Jerusalém.

A rádio do Exercito israelita informou que o míssil atingiu uma área fora da cidade não provocando baixas.

Israel observara uma curta trégua quando o primeiro ministro egípcio Hesham Kandil se deslocava à Faixa de Gaza, trégua que foi quebrada quando as duas partes desencadearam centenas de bombardeamentos.

“A revolução egípcia fará todos os esforços e os sacrifícios necessários para por termo a esta agressão e para obter uma trégua e assegurar a sua manutenção”, afirmou o primeiro-ministro egípcio Kandil.

Israel tinha indicado que iria suspender a ofensiva militar durante a visita do primeiro-ministro egípcio, tendo referido que militantes do Hamas tinham disparado mais de 300 foguetões a partir de Gaza que atingiram Israel.

Nas últimas 48 horas os bombardeamentos fizeram pelo menos 19 mortos entre os palestinianos da Faixa de Gaza, território dominado pelo Hamas, e três mortos entre os israelitas.

As forças de Defesa israelitas, IDF, indicaram que desde a quarta-feira tinham atacado 450 objectivos do que denominou de locais terroristas em Gaza.

A IDF acrescentou que o sistema de intercepção de misseis destruiu mais de 130 engenhos que tinham sido disparados contra Israel.

Os militantes palestinianos anunciaram ter disparado dois misseis contra Tel Aviv, a maior cidade israelita, pelo segundo dia consecutivo, tendo as autoridades israelitas não terem causado baixas nem danos.

Tel Aviv situada a 70 quilómetros de Gaza, era considerada com estando fora do alcance dos misseis lançados de Gaza, até esta semana.

Milhares de palestinianos manifestaram-se na Margem Ocidental após as orações de sexta-feira entoando frases contra Israel e pedindo ao Hamas para bombardear Tel Aviv.

Manifestantes juntaram-se à entrada leste da Cidade Velha de Jerusalém mas foram dispersados por um forte contingente policial.

XS
SM
MD
LG