Links de Acesso

Isabel dos Santos na lista da sucessão de José Eduardo dos Santos

  • Redacção VOA

Angola Isabel dos Santos

Angola Isabel dos Santos

Analista da Horizon Client Access diz que Presidente angolano procura "sucessão dinástica".

A nomeação de Isabel dos Santos para presidente do Conselho de Administração da Sonangol "mostra que o Presidente dos Santos não confia em mais ninguém e que está à procura de uma sucessão dinástica", disse o analista Markus Weimer, da Horizon Client Access, à agência Bloomberg.

Para aquele especialista, a escolha "é uma indicação muito forte de que Isabel dos Santos também vai ser considerada uma possível líder quando o Presidente se retirar, em 2018".

A agência lembra que Isabel dos Santos, com activos de 3,2 mil milhões de dólares, segundo o Índice de Bilionários da Bloomberg, é a mulher mais rica de África e tem também o controlo da Unitel, a maior operadora de telecomunicações do país, para além de participações em várias empresas portuguesas.

O analista da consultora energética Wood Mackenzie, David Thomsom, lembra, por seu lado, que a empresária “tem estado ao leme dos esforços para reestruturar a Sonangol durante o último ano e, assim, tem um conhecimento profundo da empresa".

E a propósito das mudanças em curso na Sonangol, a consultora norte-americana Stratfor lembra que “vão ter implicações significativas também no plano político.

"A nomeação tem como objectivo partir os potenciais blocos de poder que se estão a formar dentro da Sonangol e assim colocar o controlo da empresa no âmbito da família dos Santos", assegurou a consultora num relatório divulgado na quarta-feira, 1.

"Ao dividir a empresa, o Presidente espera salvaguardar os interesses da sua família", lê-se no texto citado pela Bloomberg.

Alex Vines, chefe do Programa de África da Chatham House, com sede em Londres, disse que "a nomeação de Isabel demonstra a importância estratégica destas reformas para a Presidência e que o presidente quer alguém de total confiança na condução das reformas”.

O decreto

Em nota divulgada na quinta-feira, 2, a Casa Civil da Presidência da República informou que José Eduardo dos Santos procedeu a várias nomeações, na sequência do seu decreto de 27 de Maio, que retira atribuições à concessionária nacional e determina que as participações que a Sonangol detém em empresas do sector transitam para sociedades gestoras públicas.

Isabel dos Santos, filha do Presidente angolano e com interesses nos mais diversos sectores, no país e no exterior, foi nomeada presidente do Conselho de Administração e administradora não executiva.

Para administrador executivo e presidente da Comissão Executiva foi nomeado Paulino Fernando de Carvalho Jerónimo, tendo a nota também indicado vários administradores da Sonangol.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG