Links de Acesso

Iranianos criticam Estados Unidos na celebração da Revolução Islâmica


Iranianos na celebração da Revolução Islâmica, 10 de Fevereiro, 2017.

Iranianos na celebração da Revolução Islâmica, 10 de Fevereiro, 2017.

Milhões de iranianos marcharam pelas ruas do país para celebrar 38o aniversário da Revolução Islâmica de 1979.

Na capital Teerão, centenas de milhares de manifestantes gritavam palavras de ordem e exibiam cartazes contra os Estados Unidos da América.

O movimento recorda o 11 de Fevereiro de 1979, dia em que os seguidores de Ayatollah Ruhollah Khomeini afastaram o Xá Shah Reza Pahlavi apoiado pelos Estados Unidos.

O Presidente Hassan Rouhani disse a participaçao da população “é uma resposta às falsas declarações dos novos dirigentes da Casa Branca”.

Rouhani acrescentou que “o povo iraniano está a informar ao mundo que deverá ser respeitado” e que “os iranianos criarão ressentimento nos que usam linguagem ameaçadora”.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou sanções contra o Irão em resposta ao seu teste de míssil balístico no mês passado.

Trump disse que o Irão estava “a brincar com fogo”.

O Secretário de Defesa americano, Jim Mattis, disse recentemente que o Irão é o maior Estado patrocinador de terrorismo no mundo.

XS
SM
MD
LG