Links de Acesso

Hungria investe 135 milhões de dólares na construção de novo muro

  • Redacção VOA

O muro será construído na fronteira com a Sérvia

O muro será construído na fronteira com a Sérvia

O Governo da Hungria já começou a construção de um novo muro na fronteira com a Sérvia para impedir a entrada de refugiados.

Fontes do Governo revelaram nesta segunda-feira, 27, que o projecto custará 135 milhões de euros.

"Este sistema reduz para quase zero o número de cruzamentos ilegais da fronteira", disse György Bakondi, assessor de Segurança do primeiro-ministro Viktor Orban, em entrevista ao jornal "Magyarhirlap".

Este segundo muro, planeado a princípio para ser instalado apenas na fronteira com a Sérvia, será equipado com câmaras de vigilância, termográficas e sensores, a cada 15 centímetros, que activam um alarme quando for tocado.

O assunto está a ser debatido no Parlamento húngaro.

A Human Rights Watch (HRW) e o Comité de Helsinque a favor dos direitos humanos pediram hoje à Comissão Europeia que intervenha para evitar essa mudança na legislação.

"A Comissão Europeia não deveria ficar à margem enquanto a Hungria viola o direito à solicitação de asilo", disse em comunicado Benjamin Ward, subdirector da divisão da Europa e da Ásia Central da HRW.

A Hungria instalou em 2015 um sistema de muros e alambrados para deter o fluxo de refugiados, no momento em que milhares de pessoas que fugiam da guerra e da miséria cruzavam seu território a caminho de países mais ricos, como Alemanha e Suécia.

A Hungria também defendeu a criação de campos de refugiados no Norte da África, mas em visita à Hungria nesta segunda-feira, o ministro alemão dos Negócios Estrangeiros, Sigmar Gabriel, rejeitou essa ideia avançada.

XS
SM
MD
LG