Links de Acesso

Human Rights Watch insta o governo ugandês a deixar de obstruir reuniões políticas pacíficas


Polícia do Uganda impedindo um manifestante (foto de arquivo)

Polícia do Uganda impedindo um manifestante (foto de arquivo)

A Human Rights Watch (HRW) instou, hoje, as autoridades ugandesas para deixarem de obstruir reuniões políticas pacíficas, especialmente com o uso de gás lacrimogéneo.

A organização diz que tais actos violam os direitos das pessoas à liberdade de expressão e reunião.

Maria Burnett, pesquisadora sénior da HRW (África) , disse que “o uso irresponsável de gás lacrimogéneo fere as pessoas e coloca em risco um ambiente democrático livre e justo nas campanhas."

Uganda terá eleições presidências próximo ano, devendo a campanha eleitoral iniciar a 9 de Novembro.

Recentemente, o país registou episódios violentos com a polícia impedindo a oposição de realizar comícios.

XS
SM
MD
LG