Links de Acesso

Huíla reforça precauções contra o Ébola

  • Teodoro Albano

Autoridades educam profissionais de vários ramos sobre sintomas e prevenção

As autoridades sanitárias da Huíla estão em alerta para detectar qualquer sinal relacionado ao vírus do ébola que já provocou várias mortes na vizinha República Democrática do Congo(RDC) depois de ter eclodido na África Ocidental.

Técnicos de saúde entre médicos, enfermeiros, serviços de bombeiros e outros têm estado a beneficiar de formações por via de palestras sob iniciativa do departamento de saúde pública sobre os sintomas, formas de contágio e os termos de prevenção contra a doença.

No maior hospital regional sul, Dr. António Agostinho Neto, o director clínico Dr. Zola Diakusekele fala do estado de prontidão da instituição para lidar com eventuais casos da doença.

“Nós sempre estivemos preparados”, disse, afirmando que existe “uma comissão de bio-segurança” e que os “médicos escalados no banco de urgência nas consultas externas estão atentos”.

“Podemos não ter tudo que pode ser necessário, mas condições básicas estão reunidas”, garantiu o director clínico.

A existência de casos na vizinha RDC deixa em estado de alerta também as Forças Armadas Angolanas que falam da necessidade de redobrar as medidas de prevenção, segundo disse o comandante das tropas da região militar sul, tenente-general, Fabiano Hihepa.

XS
SM
MD
LG