Links de Acesso

Huíla: Projecto de minas de Cassinga paralisado

  • Teodoro Albano

Dificuldades financeiras põem em perigo postos de trabalho

O designado projecto de minas de Cassinga rica em ferro no município da Jamba no leste da província da Huíla tarda em arrancar de forma efectiva.

Os trabalhos de exploração experimental que se tinham iniciado há cerca de dois anos através da empresa AEMR estão paralisados devido a dificuldades financeiras, apurou a VOA.

O projecto de Cassinga integrado ao da localidade de Cateruca na mesma região conta com um potencial de 15 milhões de toneladas de ferro.

Por força do projecto, várias infra-estruturas estavam previstas no quadro da sua efectivação que podiam impulsionar o desenvolvimento da referida zona que vão desde o sector eléctrico ao dos transportes como o Caminho-de-ferro de Moçâmedes e o porto comercial do Namibe.

A par do ferro, a zona apresenta-se como uma potência do ouro cujo trabalho de prospecção ainda em curso na localidade de Limpopo deve-se dar por concluído em 2015, estando prevista a efectivação da exploração no próximo ano.

Os avanços e recuos que se assistem na região quanto à exploração do seu potencial minério deixam preocupado o administrador municipal da Jamba, Miguel Kassela, que disse que o projecto poderia ser uma enorme fonte de posto de trabalho para jovens.

“Por isso é que nós rogamos a nível do Executivo para que se tome uma decisão para que haja evolução e se inicie a exploração desses recursos minerais que aqui estão”, concluiu.

XS
SM
MD
LG