Links de Acesso

Huíla: Organizações eclesiásticas apelam ao registo eleitoral

  • Teodoro Albano

Dom Gabriel Mbilingui, Arcebispo do Lubango

No dia de arranque da segunda fase da actualização dos dados eleitorais em Angola, 5 de Janeiro, líderes e organizações eclesiásticas na Huíla apelam os potenciais eleitores a cumprirem com este dever cívico.

A porta-voz da Juventude do Conselho de Igrejas Cristãs de Angola, (JUCICA), Laurinda Santos, uma das maiores organizações ecuménicas do país, entende que em ano de eleições os jovens terão uma palavra a dizer no futuro.

“Teremos o direito de reclamar quando não estiverem a trabalhar e também teremos o direito de dizer sim se Angola hoje em dia está no patamar em que está é porque eu dei meu contributo através do registo eleitoral”, disse

O arcebispo metropolitano do Lubango, dom Gabriel Mbilingui, na hora de renovar os apelos para o registo eleitoral, chama a atenção para a importância do voto de cada um na escolha da liderança do país.

“E quando faltar o nosso voto para melhorar este país se disso formos responsáveis até na escolha dos nossos dirigentes nós seremos igualmente culpados daquilo que vai acontecer na sociedade, seremos responsabilizados. Ao menos nós cristãos temos consciência do nosso dever cívico da nossa responsabilidade cívica e essa responsabilidade comporta actos e o primeiro dele é o registar-se ou actualizar o próprio registo”, afirmou.

A sua Opinião

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG