Links de Acesso

Huíla preocupada com a perda de valores morais nas famílias

  • Teodoro Albano

Vista da cidade do Lubango

Vista da cidade do Lubango

Perante as violações das normas que regulam o comportamento social entre os jovens, os apelos da igreja

A Igreja na Huíla está preocupada com a perda de alguns valores morais por parte das famílias angolanas.

Parece se terem ido os tempos, em que oferecer assento no transporte público a um mais velho, portador de deficiência ou a mulher grávida em detrimento dos mais novos representava um acto nobre e carregado de um grande simbolismo dos nossos hábitos e costumes, enfim da cultura do país.

A saudação com deferência, um acto aparentemente banal já foi no passado um aspecto relevante para avaliar o grau de respeito que se tem do próximo particularmente se dirigido a um adulto.


O pastor evangélico, Dinis Marcolino Eurico, preocupado com a situação, alerta para a necessidade dos bons valores começarem a ser incutidos na criança no primeiro e importante meio de socialização, a família.

“Os pais têm que deixar de levar as crianças na cresce e depois não faz mais bada com elas, têm que deixar esse hábito de fechar o miúdo no quarto abrir a televisão dá-lhe os vídeos fecha a porta e ele vai trabalhar depois só telefona para dizer se está bem lá dentro da casa. Esta maneira de ser coloca na sociedade pessoas não tão boas”.

O líder eclesiástico se revolta com os casamentos forçados e critica as famílias que trocam o afecto pelos bens materiais relegando para planos inferiores a educação dos filhos.

“Temos que deixar de fazer esses casamentos forçados, casamentos feitos assim a torto e a direito esses casamentos não duram, trazem a luz crianças que depois podem viver momentos muito difíceis. É necessário que as famílias tenham em conta que uma criança aprende muito com os seus pais”.

Perante as constantes violações das normas que regulam o comportamento social entre os jovens, os apelos da igreja.

“Nosso apelo como igreja é: as famílias devem ser mais unidas e assumam suas responsabilidades enquanto pais ou mães”.

Igreja na Huíla defende revitalização dos valores morais na sociedade angolana.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG