Links de Acesso

Huambo lança campanha de legalização dos "kupapatas"

  • Armando Chicoca

Mais de 800 moto-taxistas recebem cartas depois de vários meses de instrução

São em muitas zonas o único meio de transporte, mas são também considerados, por muitos, como um flagelo das estradas com constantes acidentes e mesmo conflitos com a polícia.

Mas no Huambo o Governo lançou uma campanha que visa melhorar e regulamentar a actividades dos moto taxistas, vulgo motoqueiros ou kupapatas.

O projecto de formação de quatro meses, que culminou com a atribuição das respectivas cartas de condução aos moto taxistas do Huambo, é liderado pelo Governo daquela província em parceria com a delegação regional centro da Amotrang, a “Associação de Moto-taxistas e Transportadores de Angola”, com a sede naquela cidade, dirigida por Frederico Fernando.

O Comando Provincial do Huambo da Polícia Nacional, supervisiona o projecto, colocando à disposição especialistas em matéria rodoviária, alguns dos quais capacitados em administrar as aulas do código de estrada em língua local "Umbundu" aos kupapatas.

O objectivo do Governo do Huambo visa regulamentar a actividade dos moto-taxistas e garantir que aqueles que decidem seguir com essa profissão o façam estando habilitados para tal.

O Comandante Provincial do Huambo da Policia nacional, Comissário Elias Livulo, falando para a Voz de América disse que prender os moto taxistas ilegais não resolveria o problema, por isso foi decidido na sua a formação e o apoio a obter a carta de condução foi a melhor via encontrada.
Moto taxistas recebem as suas cartas

Moto taxistas recebem as suas cartas

As cartas de condução foram entregues na passada sexta-feira a mais de 800 Moto-taxistas decorreu no passada sexta-feira, 4 de Abril, Dia da Paz, ante a presença do membro central da Amotrang, Etelvino Espirito Santo, em cerimonia presidida pelo Vice Governador Guilherme Tuluka.
XS
SM
MD
LG