Links de Acesso

Huambo - Confissões religiosas condenam Kalupeteka

  • Manuel José

As varias confissões religiosas sediadas no Huambo condenam o comportamento de José Julino Kalupeteka, considerando-o de nocivo à sociedade, enquanto a igreja Católica diz que a pobreza pode estar na base da multidão seguir um falso profeta.

A igreja Adventista do Sétimo Dia qualificou de criminosos os actos praticados por Kalupeteka e que não vinculam a sua igreja.

"O senhor Kalupeteka não é adventista do sétimo dia, ele apenas aproveitou-se do bom nome da nossa igreja ele incorreu em crime ao difamar a nossa igreja".

A IECA - Igreja Evangélica Congregacional de Angola, através do seu pastor Tarcísio Tchokombongue considerou Kalupeteka de impostor.

"Kalupeteka usou erradamente as sagradas escrituras para enganar o povo, as pessoas deixaram-se levar por ignorância".

Já o bispado da igreja Católica no Huambo, através do padre Vicente apontou a pobreza como um dos principais factores para que as pessoas se deixem enganar.

"A pobreza e a ignorância são os principais inimigos da população que se deixam enganar com tanta facilidade".

Lembrar que continua sem se conhecer o paradeiro de José Kalupeteka, as autoridades da justiça da província do Huambo continuam a afirmar que Kalupeteka é terrorista e está preso no Huambo.

Até ao momento ninguém o viu publicamente, nem os deputados da UNITA nem os parlamentares da CASA-CE conseguiram ver, ou falar, com o "profeta" da seita A Luz do Mundo.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG