Links de Acesso

Huíla: Símbolos da igreja passam a património cultural de Angola

  • Teodoro Albano

Tundavala Huíla

Tundavala Huíla

Duas missões católicas e o monumento Cristo Rei abrangidos; igrejas saudam a medida

As missões católicas de Caconda no município com o mesmo nome e da Huíla na periferia do Lubango e o monumento Cristo Rei deverão ser classificados como património-culturais de Angola.

As actividades que marcam a passagem dessas infra-estruturas da Igreja a património cultural estão a ser celebradas pela ministra da cultura, Rosa Cruz e Silva que está a visitar a região.

A arquidiocese do Lubango, acolhe com alegria e saúde a classificação destes monumentos, segundo o padre Jonas Pacheco Simão para quem o acto deve criar nos jovens o gosto pelo que é nosso.

“Esperamos que este acontecimento crie nos jovens o gosto pelo que é nosso,” disse.

“É necessário que nas escolas do ensino de base e médio, nas universidades, se incentive o estudo sobre o nosso património histórico-cultural. Os edifícios, por si, não se explicam, é necessário o homem, o guia”, acrescentou.

Para o vigário episcopal judicial da arquidiocese do Lubango, Padre Abraão Tchipa, as infra-estruturas em alusão são na realidade património cultural mundial.

“Congratulamo-nos com a notícia de proclamação das antigas missões em lugares religiosos bens preciosos da igreja como património cultural nacional o que quer dizer também um património mundial da humanidade,” disse.

A reabilitação das referidas missões e o monumento Cristo Rei sem perder a sua originalidade é um dos desafios lançados pela Igreja.
XS
SM
MD
LG