Links de Acesso

História do cinema angolano está em livro

  • Redacção VOA
  • Pedro Dias

Segundo Volume agora lançado aborda o cinema da libertação antes da independência

Revelar o cinema que foi feito em Angola é o objectivo dos livros “Angola - O nascimento de uma nação” cujo segundo volume acaba de ser lançado em Angola.




O livro é coordenado por Maria do Carmo Pissarra investigadora e crítica de cinema e pelo cineasta português Jorge António

Esse volume é titulado “O cinema da libertação”.

O cinema da libertação “é aquele que já vai saindo dessas garras do lado colonial e já tem um pensamento que á a independência,” disse António

Este segundo volume está centrado na militância política e afirmação da identidade angolana e inicia-se com os cine-clubes que existiram em Angola durante a era colonial e aborda a situação do cinema até á independência.

Volume Um incinde sobre estratégias de Portugal e é titulado “ O Cinema do Império” que segundo Jorge António “é o que regista exactamente o cinema de propaganda de uma potência colonial noutro país”.

Pra Jorge António o cinema angolano já existia antes da indepêndencia.

“Existe cinema feito com ideias artísticas e independentistas no período colonial,” disse e daí a divisão em três volumes.

O volume três e ultimo abordará o cinema da independência
XS
SM
MD
LG